ME EXIBINDO P/ O NETO DA VIZINHA By: Polly_

Creampie

ME EXIBINDO P/ O NETO DA VIZINHA By: Polly_
Oii… Meu nome é Pollyanna pra quem não me conhece, vou contar pra vocês um relato que aconteceu comigo, e me deixa excitada só de relembrar.

Pra que não me conhece, sou morena da pela clara, tenho cabelos pretos e compridos, tenho 1,58 de altura, frequento academia desde os meus 16 anos, considero meu corpo muito bonito, pois, vou praticamente todos os dias para a academia, me considero uma pessoa fitness, procuro sempre manter a boa aparência do meu corpo natural, costumo fazer dietas e exercícios sempre, tenho peitos naturais de tamanhos médios para grandes, coxas medias e bunda que também considero de tamanho médio, mais a quem diga que ela é grande, rsrsrs.

Me considero uma mulher bonita, na verdade, sem falsa modéstia dizem que sou muito bonita, rsrsrs. Sempre fui a princesinha dos meus Pais, somos uma família de classe alta, então eu sempre tive tudo, e fazia tudo o que queria, sempre fui uma diabinha quando eles não estavam por perto, sempre aprontava, e depois que creci, continuei a aprontar, mais agora de um jeito bem diferente, hehe…

Agora que já falei um pouquinho de mim, rsrsrs, vamos lá para o meu relato…

Isso que vou contar para vocês hoje, aconteceu comigo quando eu estava com meus 19 anos, alguns, bom pra quem não sabe, eu moro com meus Pais, moro em uma casa de dois andares que aqui chamamos de ” Sobrado ” é uma casa bem grande e confortável, com área de lazer e uma piscina grande, nos dias quentes eu costumava ficar a tarde me banhando, algumas vezes eu convidava algumas amigas minhas, para me fazer companhia, mas geralmente ficava sozinha mesmo, como nessa época eu ainda não trabalhava apenas fazia faculdade, eu tinha a tarde toda livre pra ficar em casa fazendo vários nada, rsrsrs.
Em uma tarde bem quente de verão, como de costume logo depois do almoço, vesti meu biquíni e fui para a área de lazer de casa, me refrescar na piscina um pouco, chegando lá, mergulhei um pouco e em seguida me deitei na espreguiçadeira para pegar uma marquinha de biquíni ”bronzeado” como nosso muro é alto, sempre fiquei bem a vontade deitada na lateral da piscina, ou na espreguiçadeira, pois, só podiam me ver ali o vizinhos do fundo, e o da casa ao lado, que também moravam em um sobrado, mais a essas horas eles estavam no trabalho, então eu ficava super a vontade, estava lá tomando sol de bruços, quando a nossa empregada passou por mim e falou:

— Empregada: Olha Polly, parece que você tem um admirador te observando.

— Eu: Hãm…? Como assim?

— Empregada: Olha na sacada da casa da dona Rosa.

Eu olhei pra sacada da casa da dona Rosa ”Que é uma vizinha minha já de idade” quando eu olhei, eu avistei um moleque que aparentava ter uns 15 anos na época, le estava no segundo andar, estava sentado na sacada da casa da dona Rosa, estava em uma das cadeiras que avia lá, quando olhei pra ele, notei que ele rapidamente tentou disfarçar, fingindo que estava ali lendo uma revista, minha reação de imediato foi rir junto com a empregada, que brincando, e falou:

— Empregada: Ele está de olho no teu popozão! ”Bunda” Polly.

Eu rindo falei pra ela:

— Eu: Será? Não percebi que ele estava ali.

A empregada então falou:

— Empregada: Nem liga querida é só um moleque te admirando, nada de mais.

Pensei, realmente, que mal tem nisso? Continuei ali deitada, e a empregada, foi cuidar de seus afazeres, eu nunca tinha visto esse moleque ali antes, aparentemente ele deveria ser neto da dona Rosa e do seu Irineu, como ele só estava me olhando, então não me importei com ele ali, até porque olhar não tira pedaços né? Continuei a tomar banho de sol, a empregada foi pra cozinha terminar os afazeres dela antes dela ir embora, permaneci ali de bruços tomando sol olhando para ao lado contrário da onde o moleque estava, quando me virei na direção da casa da dona Rosa, me deparo com um moleque taradinho com seu caralho em mãos a punhetar olhando pra minha bunda, ele punhetava discretamente enquanto me olhava ”Mais gente que taradinho ele era, rsrsrs.” Quando ele viu que virei na direção dele, ele rapidamente tentou disfarçar, mais já era tarde de mais, rsrsrs, eu já tinha pego no ato ”fraga” fique um tanto espantada com o que eu vi, e chocada, não pelo fato dele estar punhetando ao me olhar, mais sim por ele estar na sacada do segundo andar a punhetar, sem se importar com os outros vizinhos em volta, que facilmente pediam ver ele ali a punhetar, comecei a rir da situação e até olhei pro outro lado novamente para ele não me ver rindo, eu estava rindo muito da situação.

Então pensei comigo o que eu poderia fazer?

Dar uma bronca nele e deixar ele envergonhado, ou contar para seus avôs para que ele levasse uma surra, ou me retirar dali e ir para dentro.

”Certamente uma dessas 3 escolhas, seria a certa a se fazer, mais não foi isso que eu fiz, rsrsrs.”

Pensei comigo, tadinho é novinho e ainda deve ser virgem, o coitadinho só deve ter visto mulheres nuas ou semi nuas na internet, ou TV, e como eu adoro me exibir, porque não ser uma boa menina e fazer um ato de bondade, uma caridade, rsrsrs, e me exibir pra ele?

Como já estava perto do horário da empregada ir, pensei comigo, não estou fazendo nada mesmo, porque não fazer essa caridade e dar um pouco de alegria para ele? haha…

Passou uns minutos e minha empregada veio até a piscina e falou que já estava indo embora, esperei ela ir e falei comigo mesma.

” Vou provocar esse moleque, deixar ele louco de tesão, hehe. ”

Então me virei de bariga pra cima e como eu estava de óculos bem escuros, ele não sabia se eu estava olhando pra ele ou não, devia achar que estava eu estava a olhar para o céu, ou estava de olhos fechados, então fiquei olhando ele de canto de olho, o safadinho discretamente ainda punhetava seu caralho adolescente, decidi começar a provocar ele, me levantei como se eu fosse entrar na piscina, mas, aproveitei que tinha algumas folhas na superfície da água, e peguei uma peneira de limpeza, fiquei dando várias voltas na piscina tirando as folhas, em seguida entrei na piscina e nadei um pouco, logo depois, sai molhadinha, não voltei para a mesma espreguiçadeira que eu estava deitada antes, dessa vez me deitei em uma que estava ainda mais perto dele, a poucos metros de distância, me deitei de bruços novamente, primeiro fiquei de quatro na espreguiçadeira, em seguida joguei o corpo pra frente me deitando de bruços, e deixando minha bunda bem na direção dele, abri um pouco as pernas, como eu estava com um biquíni fio dental cavado na minha bunda que marcava minha xoxota, ele teria uma bela visão.

Fiquei algum tempo nessa posição, depois de um tempo deitei de bariga pra cima novamente, para ver se ele ainda estava no local a me observar, e é claro que o safadinho ainda estava lá, só olhando pra mim, para provocar mais, abri mais um pouco minhas pernas para ele ter uma melhor visão, rsrsrs, e fiquei olhando para ele de canto de olho, ele não percebia que eu estava olhando, por causa dos óculos escuros que eu estava usando, percebi que ele estava numa lenta e calma punheta, enquanto me observava, fiquei deitada assim por um tempo só olhando ele de canto de olho, aproveitei para ver se ele não estava com um celular ou câmera em mãos, pois, eu queria só me exibir pra ele, não queria ter fotos minhas vazadas na internet, rsrsrs.

Percebi que ele estava somente com uma revista que de longe não conseguia ver o que era, talvez fosse uma revista pornográfica, ou uma de quadrinhos animados, depois de ter a certeza que ele estava sem celular ou câmera em mãos, me levantei para arrumar a toalha que estava por baixo de mim, em cima da espreguiçadeira, novamente me deitei de bruços, deixando ele se deliciar novamente olhando para a minha bunda, só que dessa vez discretamente eu soltei a parte de cima ”Top” do meu biquíni e depois de um tempo me levantei deixando ela cair sobre a espreguiçadeira, fiquei com meus peitos totalmente a mostra, para o taradinho, me sentei na beirada da espreguiçadeira, e fiquei com o corpo bem de frente pra ele, que levou uma surpresa e tanto ao ver meus peitos, tanta surpresa que acabou deixando escapar um:

— Vizinho: Nossa!

Fingi que não ouvi, peguei o vidro de protetor, coloquei um pouco do líquido em minhas mãos e comecei a passar bem devagar em meus peitos e bariga, só para provocar o taradinho, em seguida me deitei de bariga pra cima, deixando ele apreciar um pouco meus peitos, e o safado punhetava seu caralho olhando para eles, fiquei ali um tempo, só olhando ele de canto de olho, que estava tão excitado que não percebia que eu estava vendo ele a punhetar, rsrsrs.

Bom isso já estava de bom tamanho né?

Mas é claro que não! haha…

Me levantei e segui para a piscina, a essa altura o moleque já devia estar louco de tesão, mais eu iria deixar ele ainda mais, hehe, pulei na água e mergulhei saindo do outro lado da piscina, em seguida nadei na direção da parte mais rasa da piscina, a onde fica a escada pra sair da piscina, me sentei de costas pro moleque, sentei no primeiro degrau ”De baixo pra cima” na parte mais funda, fiquei ao lado da cas**ta.

” É agora que eu matava o moleque do coração, haha.”

Discretamente levei uma de minhas mãos até a parte de baixo do biquíni ”Calcinha” e desamarei o lacinho discretamente, para ele não ver, em seguida puxei e me livrei dela, segurei embrulhada em minha mão, permaneci sentada ali um tempinho, logo depois me levantei completamente nua, mostrando todo meu corpo para ele, que deve ter ido à loucura, em seguida peguei uma boia (colchão) que estava na piscina e deitei em cima dela de bruços, virei ela usando as mãos como remo, virei de bunda pra ele, e fiquei ali deixando ele admirar meu corpo nu por um tempo, depois me deitei de bariga pra cima com as pernas bem abertas, deixando minha xoxota toda a mostra pra ele, que devia estar louco de tesão, fiquei só olhando ele de canto de olho para ver o que ele estava fazendo, ele ainda punhetava, mais agora em um ritmo bem mais rápido e excitado, como eu não sou de fero, acabei ficando um pouco excitada com a situação, fiquei excitada mais pela exibição, até porque o caralho dele ainda era um bebê, rsrsrs, mas um bebê que já estava louco pra brincar, com uma xoxota, hehe.

Fiquei ali olhando ele punhetar, não sei dizer se ela já avia gozado, pois, eu estava em um angulo mais baixo que ele, só tinha uma pequena visão do seu caralho, quem tinha uma visão privilegiada era ele, como o sol estava bem quente e eu já avia provocado ele bastante, decidi então encerar minha provocação e exibição, mais antes, fiz questão de me banhar na ducha da piscina, esfregando meu corpo de forma sensual e provocativa, hehe.
Depois fui até a espreguiçadeira, peguei a toalha que eu estava em cima dela, e comecei a me secar, estava a poucos metros de distância, do moleque taradinho, rsrsrs, depois de terminar de me secar, peguei as partes do meu biquíni e entrei para dentro de casa, subi até meu quarto me vesti, estava um tanto excitada com a situação, e tinha adorado a sensação de me exibir para ele.

” Depois disso tudo, acho que esse moleque deve sonhar comigo até hoje, haha. ”

……… FIM!

Yorum bırakın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir