DANDO EM FILA NA BOATE DE SWUING

Marido saindo , sobrinho chegando

Tenho 41anos, Sou casada há 20 anos, e sempre respeitei os princípios básicos do casamento. Até que um dia, tudo foi por água abaixo.

Nesse dia, meu marido acabava de sair para o trabalho, quando a campainha tocou. Fui atender pensando que meu marido havia esquecido alguma coisa e sem olhar pelo olho mágico, abri a porta e tomei o maior susto.
Era meu sobrinho

Eu estava com uma camisolinha de seda curta e decotada e tentei fechar a porta dizendo que precisava me trocar. Mas ele empurrou a porta dizendo que estava com pressa e que eu não precisava me importar. Ele entrou e eu insisti em querer me trocar, mas ele me pegou pelos ombros e me conduziu para a cozinha

Eu estava tão nervosa que ao colocar o café no coador, derrubei tudo na pia e no chão. Me agachei pra limpar tudo e ele se pôs à minha frente pra me ajudar e vi que ele ficou admirando meus peitos totalmente à mostra, devido à posição que eu me encontrava.

Fiquei totalmente desconsertada com a situação e me levantei rapidamente, pus mais pó no coador, coloquei a água pra passar o café e quando pensei em me virar, me senti fortemente abraçada por trás pelos seus braços fortes e longos.

Tentei me esquivar, mas não consegui. mas ele era muito alto, eu sentia seu pinto acima da minha bunda, duro, quente. Fiquei petrificada! Ele me abraçava fortemente contra seu corpo e suas mãos me apertavam os peitinhos, fazendo carícias nos meus mamilos, que a essa altura estavam durinhos de tanto tesão.

Perdi a noção das coisas, do casamento, da família, de tudo. Eu estava completamente entregue passou a beijar carinhosamente meus cabelos e foi descendo para a minha orelha, enfiando sua língua quente, o que me deixou mais doida ainda.

Ele beijou e chupou minha nuca enquanto apertava meus seios totalmente duros. De repente ele me virou de frente pra ele e enfiou sua língua quente e grossa na minha boca. Minhas pernas tremiam enquanto suas mãos percorriam minhas costas até chegar na minha bunda.

O safado puxou minha calcinha, até ficar toda enterrada na minha bundinha, enquanto acariciava minha bunda e falava algumas besteiras no meu ouvido. Logo ele me ergueu, me colocou sentada na pia e enquanto ele me beijava, baixou as alças da minha camisola e começou a mamar meus peitos.

Eu já estava completamente perdida quando ele me puxou pra frente, tirou minha calcinha e caiu de boca na minha bucetinha toda molhada. Eu beijava seu peito todo quando ele tirou a bermuda e quase morri de medo quando vi o tamanho do pinto dele.

Meu deussss!! Era muito maior e mais grosso do que do meu marido e enquanto eu pensava, ele envergou aquele caralho na frente da minha buceta encharcada e começou a penetrar aquela cabeçona.
– Ohhhhh!!! Está me rasgando todaaaaa,!! – falei quando senti uma forte dor, mas que depois de entrar a cabeça, senti um enorme calor invadindo minhas entranhas.

Foi maravilhoso e quando me dei conta, ele já tinha enfiado tudo até sentir seu saco bater na minha bunda. Não sei como aguentei. Acho que foi porque eu estava molhada demais. O pau dele entrou rasgando, mas entrou tudo e passei a sentir um prazer imenso sentindo aquele enorme caralho dentro de mim.

Ele então me levantou e eu entrelacei minhas pernas na sua cintura, enquanto ele socava profundamente sua pica em mim. Gozei como uma louca e pedia mais, quando senti minha gruta sendo inundada pela sua porra intensa e quente.

– Meu deussss,!!! Você gozou dentro de mim?!? – falei e por um momento fiquei assustada, ao perceber que minha xoxota estava cheia de porra de outro homem.
Me levantei rapidamente e fui tomar um banho na suíte, enquanto ele foi para o banheiro social.

Quando sai do banho eu o encontrei deitado em minha cama, nu e com aquele pinto colossal completamente duro. Não resisti e abocanhei aquele enorme caralho. Não cabia tudo na minha boca mas ele conseguiu enfiar até a minha goela e quando ele estava pra gozar, ele tirou da minha boca, me virou de bruços e me deu um belo banho de língua.

Ele ia me lambendo da nuca até a buceta, passando pelo meu cuzinho, que já estava piscando de tanto tesão. De repente senti seu pinto tentando entrar no meu cuzinho, mas como eu não conseguia dar nem pro meu marido, que era a metade do tamanho dele, convenci de que seria impossível e ele acabou desistindo.

Mas prometeu que iria voltar e arrombar meu cuzinho quase virgem. Mas não saiu antes de gozar na minha boca, me fazendo engolir tudinho, sem escorrer uma gota.

Meu marido por enquanto nada sabe

Yorum bırakın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir